contato@clinicadeolhosvisar.com.br
Telefones : (34) 3664 8488 | 3664 8269
Av. Aracely de Paula, 1815 | CEP: 38184-023 - Araxá/MG

Cirurgia de catarata com Lente Intra Ocular (LIO) Premium

Os profissionais da Clinica de Olhos Visar valorizam e investem no bem estar e comodidade de seus pacientes. Exames, tratamentos e cirurgias antes somente realizados em grandes centros, são, atualmente, realizados em nossa cidade por profissionais qualificados com aparelhagem moderna de alta performance tecnológica.

Cirurgia de catarata com Lente Intra Ocular (LIO) Premium:

Quando há perda da transparência do cristalino, diz-se que o paciente está com catarata. O cristalino é uma lente intra-ocular natural, que tem como finalidade projetar as imagens que entram no olho sobre a retina. Ele sofre um processo de opacificação, ou seja, perda da transparência, que dependendo da intensidade, leva ao aparecimento de sintomas, tais como: intolerância intensa à luz, halos sobre fontes luminosas e diminuição da visão. A cirurgia corretiva mais moderna é a facoemulsificação que consiste na liquefação do cristalino através da vibração de um transdutor de ultra-som. Essa técnica tem a grande vantagem de não necessitar de suturas. As lentes intra oculares mais modernas, implantadas após a retirada da catarata, são dobráveis e possuem em sua estrutura física filtros que protegem a retina e, mais recentemente, a mácula. As LIOs com características especiais são chamadas “lentes premium”. Algumas delas são:

LIOs TÓRICAS: são lentes que diminuem o astigmatismo dos pacientes, e não apenas a miopia e hipermetropia como fazem as LIOs tradicionais. Aumentam a possibilidade de paciente operados de catarata ficarem independentes do uso de óculos para a visão de longe. Exigem uma programação cirúrgica muito rigorosa e técnica apurada, pois qualquer variação no posicionamento da lente dentro do olho pode diminuir sua eficácia.

LIOs MULTIFOCAIS: são lentes que através de diferentes tecnologias permitem a formação de mais de um foco na retina do paciente, permitindo visão com boa qualidade tanto para objetos localizados a longa e curta distância do paciente. Podem diminuir (e até mesmo acabar) com a dependência dos óculos para leitura. Existem vários tipos no mercado, cada uma com pontos fortes e fracos, e cabe ao cirurgião a definição da melhor lente para cada paciente.